Militar confessa ter bebido antes de dirigir e laudo comprova embriaguez


As informações estão na decisão judicial que concedeu a liberdade provisória ao militar do Exército Alisson Fialho

Militar confessa ter bebido antes de dirigir e laudo comprova embriaguez

Foto: Reprodução / Redes Sociais

Por: Rodrigo Meneses

O militar do Exército Alisson Felipe Fialho de Jesus confessou, em depoimento à polícia, que estava dirigindo embriagado ao provocar o acidente de trânsito na Bonocô que terminou com uma morte. O laudo de exame de embriaguez também foi incluído no auto de prisão em flagrante. Essas infromações constram na sentença da juíza Ivana Carvalho Silva Fernandes, que decidiu conceder a liberdade provisória ao militar na manhã desta terça-feira (25).

A Polícia Civil já havia informado que uma garrafa de uísque vazia foi encontrada dentro do Corsa Classic prata, dirigido por Alisson. Ele voltava com mais três pessoas de uma festa tipo paredão do bairro da Saramandaia quando, por volta das 06h40, bateu no fundo de um Honda Fit, na Avenida Bonocô.

Os veículo capotaram e Matheus Santos Souza acabou morrendo. Ele estava dentro do Corsa, dirigido por Alisson. O militar do Exército foi autuado em flagrante por homicídio culposo (quando não há intenção de matar) e lesão corporal na direção de veículo automotor, sob efeito de álcool. O crime prevê prisão, de cinco a oito anos, e suspensão ou proibição do direito de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor.

Metro1