“A possibilidade de 3ª dose em idosos tem sido discutida”, diz pesquisadora da Fiocruz


Segundo ela, já é esperado que pessoas mais velhas tenham uma resposta menos eficaz aos imunizantes e, por isso, a necessidade de um reforço

"A possibilidade de 3ª dose em idosos tem sido discutida", diz pesquisadora da Fiocruz

Foto: GovSP

Por: Kamille Martinho

A médica infectologista e pesquisadora da Fiocruz, Fernanda Grassi, alertou sobre a possibilidade da aplicação de uma terceira dose das vacinas contra a Covid-19 nos idosos. Segundo ela, já é esperado que pessoas mais velhas tenham uma resposta menos eficaz aos imunizantes e, por isso, a necessidade de um reforço.

“Os idosos têm um sistema imune menos funcional que o dos jovens. É normal que com o avanço da idade ocorra uma diminuição da produção de anticorpos e consequentemente respondam de maneira menos eficaz às vacinas. Isso já é esperado”, esclarece. “A aplicação de uma terceira dose tem sido discutida em relação à todas as vacinas porque, provavelmente, o coronavírus vai continuar circulando entre nós e por isso será necessário, eventualmente, fazer novas vacinações.

Em contato como Metro1, a médica e pesquisadora salienta ainda a importância de se vacinar toda a população. “A vacinação em massa induz a imunidade coletiva porque reduz a circulação do vírus. Dessa forma, a possibilidade de uma pessoa, que não respondeu bem à vacina, se infectar cai drasticamente”.

Metro1