Cunha é Mentiroso e vagabundo, busca vingança e eleger a filha com livro


Após saber das declarações do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que estarão em um livro que será lançado no dia 17 de abril, quando fará cinco anos do impeachment de Dilma Rousseff, o ex-deputado federal e atual presidente do PL (Partido Liberal), José Carlos Araújo, então presidente da Comissão de Ética da Câmara quando o político carioca foi cassado, subiu o tom nas críticas: “mentiroso” e “vagabundo”.

José Carlos Araújo

“É um mentiroso, basta ligar para o Sandro Mabel (ex-deputado federal) e procurar saber a verdade. Nunca houve pedido de nada para esse vagabundo, nunca conversei. Se tivesse feito proposta eu teria o desempenho, que modéstia à parte, tive na comissão de Ética quando cassamos esse vagabundo. Isso é uma tentativa de vingança”

José Carlos Araújo
O presidente do PL lembrou das manobras de Cunha na comissão de Ética da Câmara para evitar ser cassado. “Ele fez tudo que podia. Impugnou o primeiro relator, escolhido por mim, e trocamos. Sorteei o segundo, que foi quem fez o relatório que o cassou, que foi o Marcos Rogério, que hoje é senador. Eu tive uma conduta exemplar, eu e o Marcos Rogério tocamos o barco, ninguém acreditava que fôssemos conseguir cassar ele, em nove meses o cassamos”.

José Carlos Aleluia

José Carlos Araújo avalia que o ex-presidente da Câmara, agora cumprindo prisão domiciliar, quer através do livro, “atacando Lula, Dilma, Temer e todo mundo”, realizar uma vingança e de quebra promover eleger a filha, Danielle Cunha, para o cargo de deputada federal em 2022: Cinco anos depois ele vem com essa? Não delatou… quer criar um fato, chamar atenção para eleger a filha.
“Tem que perguntar para Cunha como ele se eleger líder do PMDB, antes de ser presidente. Quanto que custou…”, ironizou Aleluia.

Sandro Mabel

Sandro Mabel também nega ter sido procurado por Araújo ou ter feito alguma proposta de pagamento de vantagens para salvar Cunha da cassação. “Se você me pede dez nomes de gente honesta na Câmara, o Zé Carlos Araújo está nela. Eu nunca faria nenhum solicitação dessas a ele, até pela relação de amizade e respeito que temos”, argumenta o ex-deputado federal.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *